in

AD Brás Alagoas afasta pastor acusado de estuprar neta da esposa

A Igreja Assembleia de Deus Brás de Alagoas (AD Brás Alagoas) se manifestou nesta terça-feira (16/11), após a prisão de um de seus líderes, o pastor Edson Cavalcante, acusado de estuprar uma criança de seis anos.

Edson foi preso na última sexta-feira (12/11), acusado de estupro de vulnerável contra a neta da sua própria esposa. O pastor, que também é inspetor da Guarda Municipal, teria cometido o crime durante um almoço em família.

Após a repercussão e a prisão do religioso, a AD Brás Alagoas publicou uma nota nas redes sociais. Segundo a igreja, Edson foi afastado de todas as funções eclesiásticas até o fim das investigações e que prestou toda a assistência necessária à família da vítima.

“A direção da AD Brás Alagoas lamenta o ocorrido e informa que o fato que se encontra no momento em investigação pelos órgãos competentes, não aconteceu nas dependências da igreja. Informamos ainda: Que ao tomarmos ciência, prestamos toda a assistência inicialmente necessária a família; Que afastamos o Pastor Benedito Edson Cavalcante da Silva das funções eclesiásticas”, disse a nota.

A igreja também ressaltou que “repudia veementemente todo e qualquer tipo de crime cometido, especialmente contra crianças e adolescentes”.

“Continuaremos acompanhando de perto o desenrolar das investigações e tomaremos as medidas cabíveis”, finalizou a nota assinada pelo pastor presidente da AD Brás Alagoas, Wellington Albuquerque.

Escrito Por

Jornalista do Portal do Trono nascido em Belo Horizonte, em Minas Gerais. Admirador da Rádio, TV e Internet. Contato: (31) 99583-5239.

Com greve de funcionários, Valdemiro Santiago ameaça demitir e terceirizar

Pastor Junior Trovão se filia ao Republicanos para disputar eleição em 2022