in

Cristãos afegãos estão lidando com o caos por meio da oração

Mulheres e crianças são a população mais vulnerável no Afeganistão - Foto: AFP HOSHANG HASHIMI

A tomada do controle do Afeganistão pelo grupo terrorista Talibã tem deixado a população do país preocupada e em apuros. O caos dos últimos dias trouxe medo aos moradores, principalmente dos cristãos, que temem ser perseguidos, mortos ou escravizados pelo grupo extremista.

Publicidade

Diante da insegurança que ronda aquela nação, um líder evangélico revelou a International Christian Concern (ICC) – uma organização sem fins lucrativos de vigilância contra a perseguição -, alguns detalhes de como age o Talibã no Afeganistão.

“O Talibã chega na área da mesquita, pergunta quantos membros da família fazem parte disso e eles pegam o nome de todas as pessoas que moram lá. Lugares como o norte do Afeganistão, o Talibã controla algumas das áreas, ter barba é obrigatório. O Talibã chega às casas. Eles pedem comida. Eles pedem dinheiro. Alguns deles são conhecidos por serem cristãos”, disse o religioso que por medo não quis se identificar.

Publicidade

Segundo ele, as pessoas que não aderem às reivindicações dos extremistas correm o risco de serem mortos pelo grupo.

“Definitivamente, eles vão matar alguns dos cristãos que são conhecidos e, dessa forma, querem espalhar o medo de que não toleraremos nada contra isso”, acrescentou o líder acrescentando que as “pessoas mais fracas”, como mulheres e aldeões, provavelmente serão forçadas a se converter ao Islã.

Além disso, explicou que muitos cristãos estão lidando com a crise, o caos e o medo por meio da oração.

“Definitivamente, confiamos no Senhor e oramos para que Ele esteja lutando contra Seu povo”, disse ele. “Acreditamos em Deus e acreditamos que, como cristãos, sabemos que existe perseguição. Todo crente de origem muçulmana como eu, que se converteu ao cristianismo, conhece as consequências da conversão. O Islã é muito claro, para a apostasia é a morte. E não há misericórdia dessas pessoas. Deus tem um propósito e um plano. Ele sabe o que é melhor para Seus filhos no Afeganistão”, completou ele ao ICC.

Publicidade

FUGA DO AFEGANISTÃO

Conforme o Portal do Trono noticiou nesta segunda-feira (16/08), pastores evangélicos estão fugindo do Afeganistão, após a tomada do da capital Cabul pelo grupo terrorista. A informação foi relatada pelo pastor Mario Rui Boto, da Hillsong Portugal.

“Os relatos que chegam das igrejas no Afeganistão, vindas de colegas meus do GKPN(Global Kingdom Partners Network) a qual pertenço, são dramáticos! À medida em que os Talibãs avançam, muitos missionários estão a fugir para salvarem as vidas da escravidão, tortura, violação e morte, deixando tudo para trás”, disse Maria Rui

“Muitos pastores locais (Afegãos) têm muita dificuldade em sair, algumas igrejas no Tajiquistão estão a receber muitos pastores e cristãos afegãos que conseguem fugir. O “ocidente” assobia hipocritamente para o lado, enquanto atrocidades são cometidas. Oremos pelos nossos irmãos afegãos, e que Deus tenha misericórdia!”, completou ele.

Publicidade

Homem é preso durante abordagem com droga escondida na Bíblia

Ex-cantor gospel Jotta A surge vestido de drag queen e surpreende fãs