in

Após demissão, Maurício Souza atinge a marca de 1 milhão de seguidores no Instagram

Maurício Souza - Foto: Reprodução/Instagram

O jogador de vôlei Maurício Souza atingiu a marca de 1 milhão de seguidores no Instagram nesta sexta-feira (29/10). Ele teve um aumento de cerca de 800 mil seguidores em seu perfil após ser acusado de homofobia e ter sido demitido do Minas Tênis Club.

No dia em que surgiram as acusações contra ele, na última terça-feira (26/10), o atleta tinha um pouco mais de 243 mil seguidores. Nesta sexta (29), o número de seguidores ultrapassava 1,1 milhão de pessoas.

Na manhã desta quarta-feira ele comentou os ataques feitos contra ele pelos comentaristas esportivos Walter Casagrande e Felipe Andreoli. “Ódio do bem! Mais uma vez, eles com o direito de falarem e acharem o que quiserem. Nós com o dever de ouvir e concordar! Seria mesmo pela minha opinião? Grobe tá pesade!”, escreveu ele.

A polêmica começou quando a DC Comics, editora norte-americana subsidiária da companhia WarnerMedia, revelar que o atual Superman, Jonathan Kent, personagem de 17 anos, assumiu ser bissexual na 5ª edição da história em quadrinho “Superman: Son of Kal El”.

Após a publicação da editora, Maurício Souza, postou a foto do Super-Homem e fez críticas à decisão. “Ah é só um desenho, não é nada demais. Vai nessa que vai ver onde vamos parar”, postou o jogador à época.

Como resultado, o atleta virou alvo de críticas e o Minas Tênis Clube, time de Belo Horizonte (MG), decidiu afastar Maurício, além de multar o jogador. Mais tarde, o time anunciou o desligamento.

Escrito Por

Jornalista do Portal do Trono nascido em Belo Horizonte, em Minas Gerais. Admirador da Rádio, TV e Internet. Contato: (31) 99583-5239.

Mãe de Jonathan Nemer recebe alta do hospital após sete meses

Pastora Marisa Oliveira, da MEVAM Cabo Frio, morre aos 43 anos