in

Bolsonaro revela que não abre alguns áudios enviados por Silas Malafaia

Jair Bolsonaro e Silas Malafaia - Foto: Reprodução

O presidente da república Jair Bolsonaro participou nesta terça-feira (26/10), de um culto em comemoração aos 106 anos da Assembleia de Deus em Boa Vista, em Roraima. Na ocasião, o presidente revelou que não abre alguns áudios enviados a ele pelo pastor Silas Malafaia.

Em seu discurso de aproximadamente meia hora o presidente comentou a boa relação que tem com a comunidade evangélica, apesar de ser católico, quando deu detalhes sobre as mensagens trocadas com Malafaia.

“Tem áudio que às vezes ele está brigado comigo e ele manda para mim. Eu respondo: ‘Silas, não vou abrir seu áudio porque não quero brigar com você, não vou abrir’. Ele fica revoltado, porque eu não abri o áudio dele, mas é do gênio dele”, disse Bolsonaro na celebração.

Segundo Bolsonaro, discutir com o líder evangélico é “perder tempo”.

Há algumas semanas, o pastor Silas Malafaia acusou ministros de Bolsonaro de trabalharem contra a indicação de André Mendonça ao Supremo Tribunal Federal (STF). Além disso, cobrou de Ciro Nogueira (Casa Civil), Fábio Faria (Comunicações) e Flávia Arruda (Secretaria de Governo) apoio explícito à indicação feita pelo presidente.

A indicação de André Mendonça, que é pastor evangélico, atende a uma promessa feita por Bolsonaro de indicar para uma vaga na Suprema Corte um ministro “terrivelmente evangélico”. A tramitação, no entanto, está parada no Senado há mais de três meses. O presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Casa, Davi Alcolumbre (DEM-AP), tem barrado a marcação da sabatina de André Mendonça, primeiro passo para a análise da indicação. Ele tem forte resistência ao nome e defende outras alternativas.

Escrito Por

Editor-chefe do Portal do Trono. Cristão, jornalista e empreendedor de BH/MG. Amante da arte, comunicação e jornalismo. Pronto para servir o povo cristão com excelência.

Atleta de vôlei é afastado e multado após criticar bissexualidade de Superman

Influenciadora cristã é cotada para o Big Brother Brasil