in

Ex-presidente Lula diz que aborto “é direito da mulher”

Luiz Inácio Lula da Silva - Foto: Reprodução

O ex-presidente Lula afirmou que o aborto é “um direito da mulher” e uma questão de “saúde pública”. As declarações dele foram dadas durante participação no podcast Mano a Mano, de Mano Brown, e publicado nesta quinta-feira (09/09).

Luiz Inácio Lula da Silva defendeu que todas as mulheres tenham a chance de receber um tratamento digno, apesar de confessar que, pessoalmente, é contra a interrupção da gravidez.

“Não tenho vergonha de dizer que eu, Lula, pai de 5 filhos, sou contra o aborto. Mas, enquanto chefe de Estado, tenho que tratar o assunto como saúde pública. Eu acho que o aborto é um direito da mulher. Não preciso ser favorável, mas tenho que cuidar para que todos sejam tratados dignamente pela saúde pública”, disse o ex-presidente.

O aborto é criminalizado no Brasil. Caso uma mulher faça um aborto no país, ela pode ser presa. A prática só é permitida por lei quando a gravidez é resultado de abuso sexual ou põe em risco a saúde da mulher.

Além disso, em 2012, um julgamento do Supremo Tribunal Federal (STF) estabeleceu que é permitido interromper a gestação quando se nota que o feto é anencéfalo, ou seja, não possui cérebro.

 

 

Publicidade

Escrito Por

Jornalista do Portal do Trono nascido em Belo Horizonte, em Minas Gerais. Admirador da Rádio, TV e Internet. Contato: (31) 99583-5239.

Governo de Minas divulga lista de selecionados do Trilhas de Futuro

Carro é destruído em acidente e idoso sobrevive com apenas ferimentos leves