in

Familiares e amigos lamentam morte de Ana Elisa Andrade Genaro Oliveira

Rafael e Ana Elisa Andrade Genaro Oliveira - Foto: Reprodução

Familiares e amigos lamentaram a morte de Ana Elisa Andrade Genaro Oliveira, que morreu na madrugada desta segunda-feira (19/07). Ana tinha 26 anos e morreu horas depois do desabamento do deck de um restaurante em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, na noite de domingo (18/07).

Ana nasceu em Belo Horizonte, morava em Porto Alegre desde 2016 e era filha do pastor Antônio Genaro, presidente da Igreja Quadrangular em Minas Gerais. Ela foi uma das pessoas que ficaram feridas, após a queda de parte do deck do restaurante Marina das Flores, na Ilha das Flores. Ela era formada em medicina veterinária.

Segundo a Polícia, com a queda do deck, a jovem caiu na água e teve uma parada cardiorrespiratória. A jovem foi submetida a um processo de reanimação assim que foi retirada da água. Em seguida, Ana foi levada para um hospital com vida, mas faleceu às 02h15.

Cerca de 50 pessoas que estavam no local caíram na água. Seis equipes do Corpo de Bombeiros Militar, duas por água e quatro por terra, participaram do resgate, segundo a Secretaria de Segurança Pública do Rio Grande do Sul (SSP-RS). Ainda não se sabe o que ocasionou a queda do deck. O restaurante está fechado e sendo periciado.

HOMENAGENS

Segundo informações de familiares da jovem, assim que souberam do acidente os foram para Porto Alegre acompanhar de perto dos trâmites para traslado do corpo da jovem para Belo Horizonte.

Ana Genaro era irmã do deputado estadual por Minas Gerais, Leandro Genaro (PSD), que lamentou a morte precoce da irmã: “Por vezes não estamos próximos de nossos irmãos fisicamente, mas sempre e sempre os amamos. Hoje estou muito triste com a partida trágica da minha irmã. Peço a Deus que console nossos corações. Até a glória Aninha!!!’, escreveu o deputado pelas redes sociais.

O pastor da Igreja Quadrangular da cidade de Contagem, em MG, Rafael Genaro, irmão de Ana, também escreveu sua homenagem pelas redes sociais: “Meu Deus que dor. Minha irmãzinha, a nossa menina. Jesus levou!! 26 anos de um presente que Deus nos deu. Obrigado Senhor e que o teu nome seja sempre Louvado!!!”, disse ele.

Flordelis entra com recurso na Justiça para anular processo contra ela

‘Deus Não Está Morto 4’ vai mostrar a luta pela liberdade religiosa