in

Flordelis perde o mandato de deputada federal em sessão plenária da Câmara

Flordelis - Foto: Reprodução

A pastora e cantora gospel Flordelis teve o mandato cassado no final da tarde desta quarta-feira (11/08). Por 437 votos a favor da cassação e 7 contra, a Câmara dos Deputados cassou o mandato de Flordelis (PSD) por quebra de decoro parlamentar.

Publicidade

Flordelis (PSB-RJ) é acusada de ser a mandante da morte de seu marido, o pastor Anderson do Carmo, ocorrida em 16 de junho de 2019. Por causa disso, ela não pôde ser presa devido à sua imunidade parlamentar.

Os deputados entenderem que a conduta e/ou postura de Flordelis durante seu mandato infringiu regimento interno. Segundo eles, a pastora quebrou o decoro parlamentar em pelo menos quatro ocorrências, entre eles: Ocultação de provas (por ter sumido com o celular do Pastor Anderson do Carmo) e coação de testemunhas (por ter obrigado o filho a escrever uma carta sobre o assassinato).

Publicidade

Diante disso, a Câmara dos Deputados instaurou um processo no Conselho de Ética, na qual decidiu por 16 votos a 1 pela cassação do mandato da deputada federal. Com a decisão desta quarta, Flordelis perde o direito de se eleger pelos próximos oito anos, mas não perde todos os direitos políticos. Foram 437 votos a favor da cassação e 7 contra.

A defesa da deputada Flordelis alegou na tribuna da Câmara que as acusações contra a pastora são marcadas pela “misoginia”, pelo “machismo” e pelo “racismo estrutural”.

Além disso, pediram que os parlamentares esperassem a conclusão do processo no qual ela é acusada de mandar matar o marido para depois decidirem sobre seu mandato. Mas, o pedido não fez com que os deputados votassem contra a cassação do mandato de Flordelis nesta quarta.

No lugar de Flordelis, assume Jones Moura (PSD). Vereador de segundo mandato no Rio de Janeiro, ele tem 47 anos e é guarda municipal.

Publicidade

Publicidade

Andressa Urach alfineta Anitta e sai em defesa de Bolsonaro

Pastor é flagrado em momento íntimo com menor de idade dentro da igreja