in

Arquiteto do Templo de Salomão é acusado de fugir com R$ 30 mi da Universal

Templo de Salomão - Foto: Divulgação

Um pastor da Igreja Universal do Reino de Deus (Iurd) é acusado pela direção da instituição de desviar cerca de R$ 30 milhões. Ele foi denunciado à Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF).

O pastor, que já morou em Ceilândia (DF), além de ser formado em arquitetura, foi um dos responsáveis pela construção do Templo de Salomão, erguido na cidade de São Paulo.

Além disso, ele também tocava as obras da nova sede da Igreja Universal, que ocupa uma área de 52 mil metros quadrados e fica às margens do Pistão Sul, em Taguatinga, também no Distrito Federal.

A nova sede da igreja terá capacidade para receber 5 mil pessoas. Ela seria uma versão candanga do Templo Salomão (projeção na imagem destacada) e contará com heliponto, elevador privativo, espelho d’água, arborização, três andares de garagem subterrânea, vista livre para o céu e poderá ter até uma esteira para carregar o dízimo dos fiéis para um cofre.

Segundo os advogados da igreja, o pastor teria direcionado contratos para uma construtora localizada em Portugal. Ele ainda estaria lavando dinheiro em solo estrangeiro.

A Universal entrou em contato com o suspeito, que fugiu, após constatar as irregularidades. Até o momento, não há informações sobre o seu paradeiro. A polícia optou por não divulgar o nome do arquiteto para não atrapalhar as investigações que estão em andamento.

Escrito Por

Editor-chefe do Portal do Trono. Cristão, jornalista e empreendedor de BH/MG. Amante da arte, comunicação e jornalismo. Pronto para servir o povo cristão com excelência.

Pastor André Valadão é detonado por postar vídeo na praia

Cantor gospel e gay diz que Deus não liga para a orientação sexual das pessoas