in

Justiça manda CBF explicar porque não usa o número 24 na Copa América

Número 24 não é usado por nenhum jogador da Seleção na competição - Foto: CBF

O juiz Ricardo Cyfer, da 10ª vara cível do Rio de Janeiro, determinou que a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) explique, em até 48 horas, os motivos de não usar o número 24 entre os convocados para a Copa América. A determinação surpreendeu a todos e foi bastante comentada nas redes sociais.

Publicidade

A liminar foi proferida pelo juiz na última terça-feira (29), depois que Grupo Arco Íris de Cidadania LGBT enviou à CBF cinco questionamentos [veja todos abaixo] sobre a não utilização do número na equipe, entre elas: “Existe alguma orientação da FIFA ou da CONMEBOL sobre o registro de jogadores com o número 24 na camisa?”.

A Seleção Brasileira é a única equipe da Copa América que não usa o número 24 entre os convocados, número que é ligado de maneira pejorativa à população LGBTQIA+.

Publicidade

O time de Neymar e cia é comandada pelo técnico Tite, e segue em ordem crescente na numeração das camisas, exceto pelo intervalo entre o camisa 23, o goleiro Ederson, e o camisa 25, o volante Douglas Luiz.

Caso a CBF não envie resposta em até 48 horas, a confederação terá que pagar uma multa de R$ 800 por dia.

QUESTIONAMENTOS DO GRUPO ARCO-ÍRIS

Segundo o GE, o Grupo Arco-Íris cita que o 24 é constantemente, e historicamente, relacionado com o homem gay por conta do jogo do bicho, que associa este número ao veado, animal, que por sua vez, é utilizado como forma de ofensa para a comunidade LGBTI+.

“Sendo assim, o fato da numeração da seleção brasileira pular o número 24, considerando a conotação histórico cultural que envolta esse número de associação aos gays, deve ser entendido como uma clara ofensa a comunidade LGBTI+ e como uma atitude homofóbica”, disse. Veja seus questionamentos abaixo:

Publicidade
  1. A não inclusão do número 24 no uniforme oficial nas competições constitui uma política deliberada da interpelada?
  2. Em caso negativo, qual o motivo da não inclusão do número 24 no uniforme oficial da interpelada?
  3. Qual o departamento dentro da interpelada, que é responsável pela deliberação dos números no uniforme oficial da seleção?
  4. Quais as pessoas e funcionários da interpelada, que integram este departamento que delibera sobre a definição de números no uniforme oficial?
  5. Existe alguma orientação da FIFA ou da CONMEBOL sobre o registro de jogadores com o número 24 na camisa?

Publicidade

Igreja Metodista do Reino Unido aprova casamento entre pessoas do mesmo sexo

Vaza suposta conversa entre o cantor Samuel Mariano e mulher casada