in

Mãe mata bebê após parto, e corpo é deixado em bueiro por pastor

Pastor e mulher são presos em Caucaia suspeitos de matar bebê recém-nascido e deixar corpo em bueiro - Foto: Reprodução

Um casal é suspeito de matar um bebê logo após o nascimento e deixar a criança em um bueiro. O caso aconteceu em Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza, no Ceará. Segundo informações, o homem é um pastor da região e seria amante da mulher que deu à luz.

Segundo a Polícia Civil, a mãe, Jamile Rolim da Silva, deu à luz ao bebê e o matou após o nascimento. Logo em seguida, o amante, Antônio José Cardoso Cunha, que seria um líder religioso, teria jogado o corpo da criança em um bueiro da cidade. O caso só foi descoberto após a mulher procurar um hospital se queixando de dores.

De acordo com a polícia, os médicos constataram que ela havia tido um bebê e a interrogaram sobre a criança. Após ela dar informações para a equipe médica, a polícia foi acionada e iniciou a apuração do crime. O corpo do bebê foi encontrado pela PM na estação de resíduos do Bairro Marechal Rondon um dia depois, nesta segunda. A criança tinha um pouco mais de 3 kg.

O corpo do bebê foi recolhido para verificação pela Perícia Forense do Ceará (Pefoce). O caso é investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). O casal foi autuado em flagrante e foi preso nesta segunda (08) por homicídio e ocultação de cadáver.

MORADORES REVOLTADOS

A notícia da morte do bebê logo viralizou na cidade, principalmente no bairro onde o casal morava. Então, moradores indignados com a situação, resolveram saquear a casa do pastor e atearam fogo no veículo dele.

Em um vídeo divulgado nas redes sociais, é possível ver os moradores retirando cadeiras, caixas de som e outros móveis da casa do pastor. Um veículo modelo kombi que pertence a ele foi incendiado. Uma equipe do Corpo de Bombeiros foi acionada e debelou as chamas, porém, o veículo ficou destruído.

O QUE DISSE O CASAL

Segundo o portal G1, a mãe, que tem 20 anos, disse na delegacia que o homem era o pai da criança e ele teria enrolado o bebê em uma sacola e o jogado no bueiro.

O pastor, que tem 36 anos, por sua vez, negou a paternidade ao prestar esclarecimento à Polícia Civil. Mas, disse que sua participação foi apenas enrolar o bebê e deixá-lo no local onde foi encontrado.

Moradores revoltados com a morte do bebê iniciaram uma série de ataques – Foto: Reprodução

Escrito Por

Jornalista do Portal do Trono nascido em Belo Horizonte, em Minas Gerais. Admirador da Rádio, TV e Internet. Contato: (31) 99583-5239.

Apresentadora da Globo aparece de lenço e revela estar com câncer

Pastor impede criminoso de atirar em fiéis durante culto em igreja