in

Os dez mandamentos: veja o resumo da novela de 11 a 16 de outubro

Resumo dos capítulos 162 a 167 da novela bíblica Os dez mandamentos, escrita por Vivian de Oliveira com direção de Alexandre Avancini, que serão exibidos 11 a 16 de outubro de 2021, na faixa das 20h30, na TV Brasil.

Capítulo 162 – Segunda-feira, 11 de outubro

Ramsés diz para Bakenmut que os corpos dos primogênitos devem ser embalsamados. Karoma é agredida por Nefertari quando a rainha nota que Pepy está vivo. Nefertari ameaça matar mãe e filho. Abigail ampara Leila que chora pela morte de Uri. Gahiji  e Chibale deixam o Egito e vão para o deserto, ao lado da família de Leila, mesmo apreensivos. Moisés fica emocionado ao lembrar do pai, Anrão, quando reza por Deus, como forma de agradecimento pela liberdade concedida aos hebreus. Ao deixarem a casa onde viveram por muito tempo, Joquebede e Miriã se emocionam. Incentivado por Paser, Simut parte para o deserto, levando a ossada de José para Moisés. Apuki e Jairo resolvem deixar o Egito e ficam surpresos com a mobilização dos egípcios. Meketre entra em desespero ao entrar na casa de Zelofeade e ver que Bak foi embora. O comerciante encontra o filho e convence ele a voltar para o Egito para viver em sua casa. Ramsés se sente derrotado ao ver que os hebreus estão indo, contentes, para o deserto.

Capítulo 163 – Terça-feira, 12 de outubro

Radina se despede de Karoma ao dizer que vai deixar o palácio. Os hebreus deixam o Egito em massa, liderados por Moisés. Ainda sofrendo pela morte de Uri, Bezalel, Leila e Hur festejam a liberdade. Paser informa ao faraó que Simut acompanhou os hebreus. Ikeni é libertado depois de ordem de Ramsés. Para que Deus aponte que caminho os hebreus devem seguir, Moisés aponta com seu cajado para o deserto. Ramsés pede perdão para Nefertari por não ter lhe dado ouvidos. Nefertari fica cheia de ódio e diz para o faraó que quer a morte de Moisés, ao acordar se lembrando do filho.

Capítulo 164 – Quarta-feira, 13 de outubro

Em um primeiro momento, Ramsés tenta mudar a ideia de Nefertari, mas acaba convencido pela rainha. O sentimento de vingança da filha causa surpresa em Paser. Ao verem Tais e Bak abraçados, Hori e Meryt ficam com ciúmes. Ramsés exige agilidade de seus oficiais antes deles partirem para o deserto. O faraó é alertado por Paser que é perigoso enfrentar o Deus dos hebreus. Moisés se lembra de Zípora e dos filhos. Apuki revela para Jairo que está arrependido de ter deixado o Egito. Nefertari fica animada ao saber que o faraó vai partir para se encontrar com Moisés. No deserto, Ramsés e seu exército avançam de maneira ameaçadora.

Capítulo 165 – Quinta-feira, 14 de outubro

Ramsés pede que Bakenmut providencie que os corpos sejam embalsamados. Nefertari se descontrola ao saber que Pepy foi salvo por se abrigar na vila e agride Karoma, ameaçando matar ela e o filho. Radina interrompe a briga e a rainha expulsa a serva. Leila sofre com a morte de Uri e é amparada por Abigail. Apesar de apreensivos, Gahiji e Chibale partem para o deserto acompanhados de Leila e os familiares dela. Moisés ora para Deus, agradecendo pela liberdade concedida ao povo e se emociona ao lembrar do pai Anrão.

Arão e Eliseba se preparam para sair e ficam surpresos com a empolgação dos filhos. Hur lamenta que tenha que deixar o Egito sem Uri e Bezalel tenta confortá-lo. Emocionadas, Joquebede e Miriã se despedem da casa em que viveram durante anos. Apuki e Jairo se surpreendem ao verem que Ana e Judite estão prontas para partir. Simut é incentivado por Paser e decide fugir com os hebreus, levando uma urna com os ossos de José para Moisés.

Karoma e Pepy se entristecem com a partida de Simut. Mesmo magoada pela traição de Meketre, Tais diz que ele deve trazer Bak para viver com a família. Jairo e Apuki aceitam seguir com o povo e se impressionam com a mobilização de todos. Meketre tenta encontrar Bak no meio da multidão. Corá e Bina saem felizes para o deserto juntos com Assir e Elcana. Ao ver a casa de Zelofeade vazia, Meketre entende que o filho foi embora e se desespera.

Simut se despede de Ikeni antes de seguir com os hebreus. Meketre consegue achar Bak e pede que ele permaneça no Egito. Radiante com a atitude do pai, o menino aceita prontamente e segue para a nova casa. Nefertari se irrita por Radina defender Moisés e pede que a serva a deixe sozinha. Radina resolver partir com o povo para o deserto. Tais dá boas vindas para Bak, enquanto Hori e Meryt comemoram a chegada do irmão. Ao mesmo tempo em que os escravos seguem felizes para o deserto, Ramsés observa a multidão, sentindo-se derrotado.

Capítulo 166 – Sexta-feira, 15 de outubro

Ramsés tenta mudar o pensamento de Nefertari, mas é provocado por ela e acaba concordando com a ideia de matar Moisés. Um oficial avisa o rei que Jahi retornou ao Egito. Jahi se espanta ao saber por Ramsés que Radina fugiu com os hebreus. Meketre confirma para Ahmós que realmente é pai biológico de Bak. Bakenmut e Jahi aprovam a decisão de Ramsés reunir o exército para ir atrás dos escravos. Paser fica surpreso com o desejo de vingança revelado por Nefertari. Bakenmut pede que Ikeni reúna os oficiais para uma conversa com Ramsés. Paser se entristece com a determinação de Nefertari exterminar o povo hebreu. Tais ganha uma flor de Bak e se emociona ao ver o menino sofrer com a falta da mãe. Hori e Meryt ficam enciumados ao verem os dois abraçados.

Tais diz que todos eles formam uma só família e as crianças se abraçam. Ramsés passa as instruções para os oficiais e pede agilidade para que a comitiva parta para o deserto o quanto antes. Paser e Ikeni ficam preocupados com a vida dos hebreus. Bakenmut informa Ramsés que os espiões saíram para localizar os escravos. Paser diz para Ramsés que Deus já mostrou do que é capaz e alerta ser perigoso afrontar os hebreus. Abigail conta que Safira precisa manter a fé para que consiga engravidar. Moisés aconselha Arão a terem atenção com saqueadores e povos hostis que possam se aproximar. Sozinho, o libertador pensa em Zípora e os filhos. Miriã vê o sorriso do irmão e assume estar ansiosa para conhecer Zípora.

Eliseba e Arão ficam preocupados ao verem Oseias aproximando-se de Ana. Judite pede que o rapaz mantenha distância da filha para que não irrite Apuki. Apuki confessa para Jairo que se arrependeu de deixar o Egito. Karoma sofre ao saber que Ikeni terá que perseguir os hebreus. Alguns dias se passam e Ramsés comunica que o exército irá partir. Karoma e Ikeni choram na despedida de Ikeni. Preocupado, Paser encontra o oficial e lamenta que ele tenha que partir. Ramsés discursa encorajando o exército e segue acompanhado dos oficiais para o deserto. Paser ora para que Deus proteja a vida de Simut. Nefertari se anima com a partida de Ramsés para encontrar Moisés. Karoma conforta Pepy dizendo que Ikeni não morrerá. Ramsés e o exército avançam ameaçadoramente pelo deserto.

Capítulo 167 – Sábado, 16 de outubro

Nadabe e Abiú se desesperam ao notarem o exército de Ramsés se aproximar. Nefertari se mostra determinada com o desejo de vingança. Os hebreus se apavoram com a aproximação dos soldados egípcios. Paser discute com Nefertari e passa mal. A rainha se assusta ao ver o pai desmaiado. Safira, Judite e Bina imploram pela proteção de Deus. Datã, Corá e Abirão reclamam da situação e culpam Moisés. Com Paser nos braços, Nefertari grita por socorro. Moisés tenta incentivar o povo a acreditar no poder divino. Karoma e Nefertari tentam socorrer Paser. Afastado dos outros hebreus, Moisés conversa com Deus. O Senhor ordena que o povo continue marchando. Ramsés avista o acampamento dos escravos.

Bak fica tenso ao descobrir que o faraó está perseguindo o povo hebreu. Karoma busca ajuda para Paser. Bak pede que Meketre diga a verdade sempre. Nefertari fica aflita com o estado de Paser. Bak ora para Deus e a família de Meketre estranha a atitude do menino. O pânico toma o acampamento dos hebreus. De repente, de forma inesperada surge uma figura angelical no céu que se funde à coluna de nuvem. Joquebede e Miriã se emocionam coma visão do anjo. O povo fica maravilhado com o que vê. Forma-se uma nuvem de fogo e o tempo escurece. Ramsés avança com seu exército quando a coluna de nuvem e fogo surge como um ciclone avançando em direção aos egípcios. Uma bola de fogo cai sobre o carro de Ramsés. Soldados se apavoram. Cavaleiros caem de seus cavalos. Ramsés fica irado diante da coluna que lhe barra o caminho. Nefertari chora desesperada com o estado de saúde de Paser. Moisés tem novo encontro com Deus. Começa uma forte ventania. Bak explica sobre o poder de Deus para sua nova família.

Paser abre os olhos lentamente e pede para chamarem Nefertari. A rainha chora ao se recordar de momentos ao lado de seu pai. Karoma chega e avisa que o sumo sacerdote deseja vê-la. Karoma diz acreditar na recuperação de Paser. Nefertari e ele conversam francamente. A rainha diz que não pode perder o pai. Egípcios ofendem Bak e Hori e Meryt protegem o irmão. Meketre intervém e ameaça os rapazes. Pepy conversa com Karoma e pergunta pelo pai. Tais e Meketre falam com alguns egípcios e chegam a conclusão que a culpa é do rei.Nas últimas, Paser conversa com Nefertari. A rainha se desespera ao notar que seu pai está morto. Moisés ergue o cajado em direção ao Mar Vermelho. O vento começa a soprar cada vez mais forte. O mar começa a se abrir. As águas se levantam formando um muro de cada lado. O povo assiste ao fenômeno boquiaberto.

Ramsés se impressiona com o que vê. Karoma tenta amparar Nefertari. Do alto de um rochedo, Moisés grita mandando o povo marchar para a fenda aberta no meio do mar. Desesperado, Ramsés manda o soldado avançar, mas são impedidos pela coluna de nuvem e fogo. Os hebreus seguem caminhando pela abertura do Mar vermelho. Ramsés ordena que seu exército avance em direção à abertura no mar. Os últimos hebreus terminam de passar pelo solo seco. Os egípcios começam a passar entre as paredes de água com seus carros e cavalos. Moisés é o último hebreu a atravessar. Os soldados egípcios seguem na perseguição em meio às paredes de água. Moisés, com seu povo atrás, observa a abertura o mar ainda aberto.

 

Publicidade

Escrito Por

Jornalista do Portal do Trono nascido em Belo Horizonte, em Minas Gerais. Admirador da Rádio, TV e Internet. Contato: (31) 99583-5239.

Cantor Justin Bieber anuncia sua própria linha de maconha

Padres da Igreja Católica da França abusaram de pelo menos 216 mil crianças, diz relatório