in

Pastor da Assembleia de Deus detona membros com barba: “Aqui não tem nenhum Bin Laden”

Pastor José Carlos de Lima - Foto: ADPB

O líder da Igreja Evangélica Assembleia de Deus na Paraíba, pastor José Carlos de Lima, saiu em defesa da chamada ‘doutrina e costume’ da denominação, durante um culto de batismo. Ele proibiu o uso de barba e costeleta para os homens, além de recomendar às mulheres não cortarem seus cabelos.

Em sua declaração, José Carlos de Lima faz a comparação de homens com barba ao terrorista Osama Bin Laden, fundador da Al-Qaeda, e ao líder da libertação da Palestina, Yasser Arafat.

“Aos homens, mantenham os vossos cabelos da forma que está. Não deixem a barba crescer, não. Porque vocês não estão vendo os pastores de barba. Aqui não tem nenhum Bin Laden, não tem nenhum Arafat. Eu sou crente desde a época do Pastor Antônio Petrolina dos Santos. Eu nunca vi aquele homem de barbicha, de costeleta, nunca vi”, começou o pastor.

O pastor da Assembleia de Deus pediu, ainda, que os homens evangélicos sigam os pastores da igreja como “modelo”, para andarem “direitinho”.

“O modelo somos nós aqui. Eu to vendo rapaz na igreja, tudo barbudo, de barbicha, que coisa horrorosa. Isso tá fora, vamos acabar com isso, vamos andar direitinho, como quem vai pra Jerusalém. Isso faz parte do ensinamento da Palavra, são os bons costumes, nós somos ensinados assim. As irmãs não cortem os seus cabelos, deixe os seus cabelos crescer”, completou o pastor.

ASSEMBLEIA DE DEUS DEUS NO PARANÁ

Outro caso parecido viralizou nesta semana a respeito do assunto. O pastor Reginaldo dos Santos Alves, da Igreja Evangélica Assembleia de Deus de Paranaguá, no Paraná, proibiu as mulheres da igreja de usarem brincos e correntes. A declaração aconteceu em uma reunião com líderes.

“Uma coisa que eu não precisava falar, mas orando aqui, lembrei. Não foi nenhum obreiro que soprou no meu ouvido, com certeza, mas foi o Espírito. Nós temos cobrado que todas essas pessoas – principalmente da diretoria – observem os bons costumes. Não aceitamos mulheres com brinco, com corrente, com adorno nenhum”, disse o pastor.

O pastor ainda frisou que a mesma cobrança recai sobre os homens da Assembleia de Deus.

“Você não vive mais acorrentado. Você está liberto pelo poder do sangue de Jesus. Então, os homens, observando os bons costumes… tenho dito até mesmo às diretorias locais ‘não pensem que eu vou estar no ensaio de vocês repreendendo’. Ontem eu vim aqui e [tinha] uma meia-dúzia de irmãs de brinco. Fui ético, porque estou procurando não constranger, mas isso é papel da liderança”, disse ele.

Por fim, o religioso ofereceu a porta de saída para aqueles que não acatarem a determinação.

“Se você não aceita essas coisas, você está no lugar errado. Eu volto a dizer: nós somos Assembleia de Deus. Tem princípio, tem costumes”, finalizou.

Escrito Por

Jornalista do Portal do Trono nascido em Belo Horizonte, em Minas Gerais. Admirador da Rádio, TV e Internet. Contato: (31) 99583-5239.

Morre Cezar de Andrade, pastor e locutor da Rádio Melodia FM, vítima da Covid-19

Andressa Urach anuncia volta para à Igreja Universal e se batiza