in

Pastor da Assembleia de Deus proíbe membros de usarem brincos e correntes

Pastor Reginaldo Santos - Foto: Reprodução/YouTube

O pastor Reginaldo dos Santos Alves, da Igreja Evangélica Assembleia de Deus de Paranaguá, no Paraná, proibiu as mulheres da igreja de usarem brincos e correntes. A declaração aconteceu em uma reunião com líderes.

Reginaldo cobrou das lideranças de grupos que conscientizem os membros a respeito da postura exigida para homens e mulheres da denominação.

“Uma coisa que eu não precisava falar, mas orando aqui, lembrei. Não foi nenhum obreiro que soprou no meu ouvido, com certeza, mas foi o Espírito. Nós temos cobrado que todas essas pessoas – principalmente da diretoria – observem os bons costumes. Não aceitamos mulheres com brinco, com corrente, com adorno nenhum”, disse o pastor.

Além disso, Alves disse que não há espaço para interpretações no que se refere à doutrina da denominação: “Nós não aceitamos. Não é questão de que ‘pode ser’. Não pode. Está proibido”, disse. “Se alguém ainda tem esse costume… ‘Mas eu já fui empossada, pastor’. Não tem problema. Nós desempossa [sic]. Está bom? Até porque o que nós ligamos aqui, liga no céu. O que nós desligar aqui [sic], desliga no céu também”, completou o religioso.

O pastor ainda frisou que a mesma cobrança recai sobre os homens da Assembleia de Deus.

“Você não vive mais acorrentado. Você está liberto pelo poder do sangue de Jesus. Então, os homens, observando os bons costumes… tenho dito até mesmo às diretorias locais ‘não pensem que eu vou estar no ensaio de vocês repreendendo’. Ontem eu vim aqui e [tinha] uma meia-dúzia de irmãs de brinco. Fui ético, porque estou procurando não constranger, mas isso é papel da liderança”, disse ele.

Ao final, o pastor Reginaldo dos Santos Alves oferece a porta de saída para aqueles que não acatarem a determinação: “Se você não aceita essas coisas, você está no lugar errado. Eu volto a dizer: nós somos Assembleia de Deus. Tem princípio, tem costumes”, finalizou o pastor Reginaldo dos Santos Alves.

A declaração do líder evangélico aconteceu no início do ano, mas tem viralizado em grupos de WhatsApp e dividido opiniões entre os membros, além da comunidade cristã.

Publicidade

Escrito Por

Jornalista do Portal do Trono nascido em Belo Horizonte, em Minas Gerais. Admirador da Rádio, TV e Internet. Contato: (31) 99583-5239.

Valdemiro Santiago é condenado a indenizar governador da BA por dizer que ele “fez pacto com o capeta”