in

Salas da liderança do PSD recebem o nome de Arolde de Oliveira

Salas da liderança do PSD recebem nome do Senador Arolde de Oliveira - Foto: Divulgação

O ex-senador Arolde de Oliveira ganhou nesta terça-feira (31/08), uma homenagem nos gabinetes ocupados pela liderança do PSD no Senado Federal, em Brasília.

Publicidade

Arolde de Oliveira morreu em outubro de 2020, aos 83 anos, vítima da Covid-19. Além de senador, ele era um dos donos da gravadora gospel MK Music, que atualmente é comandada pela esposa, Yvelise Oliveira, e sua filha, Marina de Oliveira.

Como forma de homenagear o ex-senador, a liderança do PSD, que ocupa os gabinetes 20, 21 e 22 da Ala Senador Teotônio Vilela, no Anexo 2 do Senado, resolveu nomear os gabinetes de “Espaço Senador Arolde de Oliveira”. Eles manterão a nomenclatura mesmo que sejam transferidos para a liderança de outro partido ou que passem a ser usados para outras finalidades — como gabinetes de senadores.

Publicidade

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, falou da homenagem ao ex-integrante da Casa.

“É um momento muito singular a inauguração desta sala da liderança do PSD no Senado, que leva o nome do nosso querido Arolde de Oliveira. Esta sala hoje inaugurada da Liderança do PSD será um local para discutir essas ideias para o Brasil: a defesa do Estado Democrático de Direito no nosso país e a democracia, que não pode retroceder. Eu tenho absoluta convicção de que o PSD tem esse compromisso, tem como pilar da sua própria existência”, afirmou Pacheco durante a inauguração.

Além da liderança do PSD, como o presidente do PSD, Gilberto Kassab, compareceram na cerimônia Marina de Oliveira, as netas Luiza Gerk e Letícia Brizola, além de Cristina Xisto, vice-presidente da MK, e Andrea Maier, diretora da Rádio 93 FM.

Os ministros Damares Alves, da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Paulo Guedes, da Economia, também compareceram representando o governo de Jair Bolsonaro.

Publicidade

Arolde foi fundador da MK Music, uma das maiores gravadoras de música gospel do país. Nas eleições de 2018, obteve mais de 2,3 milhões de votos para senador pelo estado do Rio de Janeiro.

Marina de Oliveira também falou da homenagem feita nesta terça (31), ao pai no Senado. “Uma história política vitoriosa hoje foi reconhecida e homenageada na inauguração de uma sala do Senado Nacional com o nome do meu amado pai”, disse ela. Veja fotos abaixo:

Publicidade

Escrito Por

Editor-chefe do Portal do Trono. Cristão, jornalista e empreendedor de BH/MG. Amante da arte, comunicação e jornalismo. Pronto para servir o povo cristão com excelência.

Edir Macedo diz que o Bitcoin tem tirado “a fé de muitas pessoas”

Cantora gospel Camila Campos lança canção sobre ansiedade