in

Silas Malafaia diz que André Mendonça deu ‘cama de gato’ ao defender casamento gay

Pastor Silas Malafaia e André Mendonça - Foto: Reprodução

O pastor Silas Malafaia, da Igreja Assembleia de Deus Vitória em Cristo (ADVEC), explicou nesta quinta-feira (02/12), sobre a posição polêmica do pastor e agora ministro do STF, André Mendonça, quanto ao casamento civil entre pessoas do mesmo sexo.

Mendonça havia sido questionado pelo senador Fabiano Contarato (Rede-ES) se era favorável, ou não, ao casamento entre pessoas do mesmo sexo, Mendonça respondeu que iria defender o casamento gay.

“Agora, como magistrado da Suprema Corte, eu tenho que me pautar pela Constituição. Eu defenderei o direito constitucional do casamento civil das pessoas do mesmo sexo”, disse ele na sabatina desta quarta-feira (01/12).

André Mendonça chegou a ser bastante criticado por essa posição, já que é pastor da Igreja Presbiteriana Esperança, em Brasília. A declaração do ex-AGU, no entanto, teve um sentido contrário ao que foi noticiada pela imprensa, segundo religiosos.

Segundo líderes religiosos, a postura do senador Fabiano Contarato (REDE-ES) foi contornada por Mendonça de forma retórica.

Segundo Silas Malafaia, ao dizer que se aterá à Constituição, Mendonça estaria dizendo que reconhece a legitimidade do artigo 226, que diz que família é a base da sociedade e tem especial proteção do Estado.

“Sobre essa história de que André Mendonça é a favor da união de pessoas do mesmo sexo no parâmetro da Constituição, ele deu uma cama de gato. Ele sabia que sofreria pressão. Foi uma saída espetacular porque a Constituição só prevê casamento de homem com mulher. Artigo 226, parágrafo terceiro”, falou Malafaia que parabenizou o novo ministro do Supremo.

“Quero dar parabéns ao presidente Bolsonaro, que manteve a sua palavra, mesmo sofrendo pressões internas e externas. Indicou um ‘terrivelmente evangélico’, mas não somente isso, alguém de notório saber jurídico”, disse ele.

O deputado Sóstenes Cavalcante (DEM-RJ), que também é pastor, disse que a fala de Mendonça foi “distorcida”. Segundo o ele, não há nada na Constituição que fale sobre casamento homossexual.

“O que ele falou é que ele defende garantias e direitos constitucionais. Na Constituição não consta garantia nenhuma de direitos civis de pessoas do mesmo sexo. O que a Constituição garante é de homem e mulher”, argumentou ele.

Escrito Por

Jornalista do Portal do Trono nascido em Belo Horizonte, em Minas Gerais. Admirador da Rádio, TV e Internet. Contato: (31) 99583-5239.

Paula Baluart lança medley “Sou Feliz / Rei da Glória”, sucessos de Mattos Nascimento

Show do grupo Kemuel é cancelado em São Luís após escândalo