in

“Sou um instrumento de Deus”, diz pastora trans após celebrar seu 1º culto

Jacques Chanel em primeira igreja trans - Foto: Reprodução

Jacque Chanel, de 56 anos, foi ordenada pastora da Igreja da Comunidade Metropolitana ICM, em maio deste ano. Trans, Chanel celebrou na última segunda-feira (20/09), o primeiro culto presencial da igreja na ICM Séforas, no Centro de São Paulo.

“Foi um dia muito especial porque não imaginava que meu comprometimento com Deus tivesse caminhado de tal forma que me levasse a abrir uma igreja trans numa sociedade que só quer me matar e excluir”, disse ela ao UOL.

Evangélica desde a sua adolescência, Jacque foi abandonado pela mãe, no Pará. A sua mãe, inclusive, o ameaçava colocá-lo num colégio interno caso não perdesse o jeito que chamava de “afeminado”. Ele então ficou sob cuidados de um pastor da Igreja Quadrangular, em Belém (PA), até seus 19 anos.

Aos 23 anos iniciou a transição de gênero e atendia pelo nome de Vatusa Beckman. Agora, aos 56, chama-se Jacqueline Chanel, mudou para São Paulo e promove encontros com pessoas trans há oito anos, quando entrou em uma igreja inclusiva.

“Lá encontrei uns 300 gays, mais umas duas travestis, e logo comecei a me posicionar e a pedir para a diretoria por mais trabalho de evangelização e acolhimento da comunidade trans, para, aí sim, ser uma igreja inclusiva”, conta.

Sem encontrar o acolhimento que buscava, seguiu em sua busca até chegar à ICM (Igreja da Comunidade Metropolitana), uma denominação inclusiva para o público LGBTQIA+ e que existe há 50 anos. Lá ela foi consagrada pastora e realizou seu primeiro culto na última segunda (20).

“Eu não tenho a menor dúvida de que sou um instrumento de Deus e de que as pessoas conseguem ver a luz de Jesus em minha vida”, disse ela.

Os cultos na ICM Séforas acontecerão todas às segundas-feiras, e além deles, Jacques prepara agora a terceira edição da Parada Trans, em janeiro. Ela revelou que, vai querer iniciar a parada com “louvores gospel, com ritmo dance, para causar”.

Publicidade

Escrito Por

Jornalista do Portal do Trono nascido em Belo Horizonte, em Minas Gerais. Admirador da Rádio, TV e Internet. Contato: (31) 99583-5239.

Após erro médico, pastor da AD pede ajuda para realizar cirurgia de urgência

Leonardo Gonçalves dar “Graças a Deus” por não ter ‘bolsominion’ na família