in

Vaza suposta conversa entre o cantor Samuel Mariano e mulher casada

Samuel Mariano - Foto: Reprodução

Uma mulher apontada como amante do cantor gospel Samuel Mariano revelou nesta semana que se envolveu com o pastor da Assembleia de Deus em João Pessoa (ADBrás na Paraíba). Além disso, prometeu divulgar fotos e vídeos que comprovem o suposto envolvimento com o religioso.

O cantor Samuel Mariano é casado com a pastora Isabela Mariano e tem dois filhos, e teria conversado por meio do aplicativo de mensagem WhatsApp, com uma mulher, também casada, chamada Monalisa. Trechos da conversa entre os dois foram divulgados nesta semana, mas o religioso ainda não confirmou ou desmentiu a veracidade da conversa.

Na conversa [veja abaixo], que está sendo compartilhada em grupos de WhatsApp e pelas redes sociais, Mariano troca mensagens picantes com Monalisa. Ela, inclusive, é casada com um presbítero da Assembléia de Deus Madureira, uma das ramificações da ADBrás na Paraíba.

Nesta quarta-feira (30/06), passou a circular um áudio de Monalisa confirmando que o relacionamento com Samuel Mariano de fato aconteceu. Ela afirma estar arrependida e pediu perdão por ter se envolvido com o pastor. Além disso, confessou que está recebendo ameaças.

“Eu não neguei o envolvimento com o pastor Samuel Mariano através de mensagens no WhatsApp. Pelo contrário, eu afirmo que aconteceu sim mensagens trocadas, tanto da minha parte, quanto da parte dele. Além de vídeo chamadas, fotos e áudios, que se preciso for comprovarei judicialmente. Eu errei, mas não vou assumir essa responsabilidade sozinha. Eu errei sim, mas diferente diferente do pastor Samuel quero corrigir meu erro, reconhecendo e pedindo perdão. Estou sofrendo ameaças e já coloco, através desse áudio, que se algo vier a acontecer comigo, com o Paulo e com minhas filhas está relacionado a isso que está acontecendo”, disse a mulher.

O canal “No Entanto” do YouTube foi além e revelou áudios comprometedores de Samuel. Em um trecho, ele diz à suposta amante que já está no hotel. Ouça abaixo:

Justiça manda CBF explicar porque não usa o número 24 na Copa América

Marco Feliciano deve indenizar Jean Wyllys por associá-lo a facada em Bolsonaro