in

Bolsonaro divulga carta e diz que não teve ‘intenção de agredir’ poderes

Jair Bolsonaro - Foto: Reprodução

O presidente da república, Jair Bolsonaro, divulgou na tarde desta quinta-feira (09/09), um texto intitulado “Declaração à Nação”. Na carta, afirma que não teve “nenhuma intenção de agredir quaisquer dos Poderes” e justifica que suas palavras “por vezes contundentes, decorreram do calor do momento”.

Publicidade

A carta de Bolsonaro é vista como um recuo, após o presidente ter dito nas manifestações de 7 de setembro que não mais cumpriria decisões do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal.

“Dizer a vocês que, qualquer decisão do senhor Alexandre de Moraes, este presidente não mais cumprirá. A paciência do nosso povo já se esgotou, ele tem tempo ainda de pedir o seu boné e ir cuidar da sua vida. Ele, para nós, não existe mais”, declarou ele no dia.

Publicidade

Mas, nesta quinta, Bolsonaro reiterou críticas ao ministro, a quem responsabilizou pelas divergências entre os Poderes.

“Boa parte dessas divergências decorrem de conflitos de entendimento acerca das decisões adotadas pelo Ministro Alexandre de Moraes no âmbito do inquérito das fake news”, disse o presidente.

Na sequência, o presidente cita “as qualidades como jurista e professor”, de Moraes, mas diz que “medidas judiciais serão tomadas de forma a assegurar a observância dos direitos e garantias fundamentais”.

A divulgação da “Declaração à Nação” foi um conselho a Bolsonaro do ex-presidente Michel Temer. Na manhã desta quinta, Bolsonaro mandou um avião para São Paulo, a fim de buscar o ex-presidente para um almoço no qual discutiram a crise institucional. Temer orientou Bolsonaro a divulgar um “manifesto de pacificação”.

Publicidade

Leia abaixo a íntegra do texto divulgado por Bolsonaro:

Publicidade

Motorista bêbado atropela oito em ponto de ônibus e mata criança e bebê

“Declaração à Nação” de Bolsonaro foi redigida por Michel Temer