in

CCJ da Câmara rejeita recurso, e cassação de Flordelis vai à plenário

Deputada federal Flordelis (PSD-RJ) - Foto: Reprodução

A defesa da pastora e deputada federal Flordelis entrou com recurso na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) para reverter a aprovação da cassação do mandato. Mas, a Comissão rejeitou o pedido.

Foram 47 votos a favor e nenhum contra. E assim, confirmando a aprovação da cassação aprovada pelo Conselho de Ética da Câmara de 08 de junho por 16 votos a 1.

Sendo assim, o processo deve ser votado no plenário da Câmara, quando o presidente da Casa, Arthur Lira, pautar o caso. A expectativa é que a Câmara dos Deputados vote a cassação da deputada somente em Agosto.

CONSELHO DE ÉTICA

Em 08 de junho o Conselho de Ética da Câmara decidiu por 16 votos a favor e apenas um contra, pela cassação do mandato da deputada federal Flordelis (PSD-RJ) por quebra de decoro parlamentar.

Todos os 16 deputados votaram favoráveis ao parecer do relator, o deputado Alexandre Leite (DEM-SP), que havia recomendado a cassação do mandato da pastora. No entanto, Flordelis recorreu à CCJ, mas o recurso acabou sendo rejeitado nesta terça-feira (13).

Publicidade

Jair Bolsonaro é internado com dores abdominais em hospital de Brasília

Justiça decide não punir pastor denunciado por assédio em igreja de SE