in

Homem que matou cantora gospel e enteado tinha surtos psicóticos, diz polícia

Vany Magalhães e Elizeu de Castro Silva - Foto: Reprodução

A morte brutal da cantora gospel Vany Magalhães e de seu filho de 8 anos em Piraquara, na Grande Curitiba, chocou os moradores da cidade e região.

Vany e o filho foram assassinados a facadas dentro de casa, na madrugada desta quarta-feira (01/09). Segundo a polícia, o principal suspeito é Elizeu de Castro da Silva, marido de Vany e padrasto do garoto.

Ainda segundo os investigadores, Elizeu teria surtos psicóticos e seria dependente químico. Para a família, os dois eram um casal normal, que sempre se mostravam felizes. O homem fugiu após o crime e ainda não foi localizado pela Polícia.

“O que a gente sabe é que o rapaz tinha surtos psicóticos e era dependente químico. Então, estamos caminhando com essa possibilidade, de um desentendimento, aliado a uma dependência química”, disse o investigador Sérgio Klaar de Piraquara ao site Banda B.

“Estamos em diligência para localizar o suspeito. Ele está em local incerto e não sabido. Até o momento, as maiores evidência é de que ele que cometeu o crime. Ele é suspeito ainda, não está apontado como homicida. Estamos na busca dele. Hoje serão ouvidos os familiares e vizinhos”, completou ele.

A filha do casal, de 2 anos, estava na casa e foi encontrada por familiares junto com os corpos. Ainda de acordo com a polícia, a menina teria ficado trancada dentro da casa até o final da tarde, quando um parente próximo passou na residência e estranhou a falta de movimentação.

“Ele foi ver o que estava acontecendo e acabou encontrando a criança aos prantos dentro da casa. Depois acionou as polícias”, disse Sérgio.

Escrito Por

Jornalista do Portal do Trono nascido em Belo Horizonte, em Minas Gerais. Admirador da Rádio, TV e Internet. Contato: (31) 99583-5239.

Pregador e esposa são ofendidos por causa da cor da pele de recém-nascido

TV Globo vai demitir funcionários que se recusarem a tomar vacina anti-covid