in

Pastor Jackson Vilar pede perdão a Bolsonaro após chamá-lo de “frouxo”

Bolsonaro e Pastor Jackson Vilar - Foto: Reprodução

O pastor Jackson Vilar, que foi notícia na semana passada após criticar e chamar o presidente Jair Bolsonaro de “frouxo”, pediu perdão pelas palavras proferidas contra o chefe do Palácio do Planalto.

Publicidade

CRÍTICAS

Na última semana, o pastor Jackson Vila, que é apoiador de Bolsonaro, além de organizar as motociatas, postou um vídeo criticando em cheio o presidente, após o mesmo pedir, em um áudio, para que os caminhoneiros desbloqueassem as pistas de todo o Brasil.

“Aqui em São Paulo nós temos um calça apertada e em Brasília nós temos um calça frouxa, chamado Jair Messias Bolsonaro. Hoje grava um vídeo mandando recuar. Eu fui processado várias vezes defendendo o Bolsonaro, mas agora eu te digo eu não acredito em Bolsonaro mais. Eu vou queimar minha camisa com nome de Bolsonaro, você traiu o seu povo, porque é você um frouxo, covarde”, afirmou ele no vídeo.

Publicidade

As declarações do pastor repercutiram negativamente na web. E ele foi alvo de críticas dos evangélicos e apoiadores do presidente. Mas, Jackson Vilar voltou atrás e gravou outro vídeo arrependido e pedindo desculpas ao presidente. “Me perdoa presidente”, disse ele.

No vídeo, que foi publicado pelo ex-senador Magno Malta, Vilar afirma que não entendeu nada e acabou falando besteira. Malta parabenizou Jackson por se arrepender e pedir perdão.

“Minha pergunta é, quem não viveu um luto no dia 8 antes de tomar conhecimento da atitude de grandeza do @jairmessiasbolsonaro em manter a paz e o equilíbrio dos poderes no país?? Quem não teve seu momento de indignação que atire a primeira pedra! Parabéns pela grandeza patriota Jakson Villar !!”, escreveu Magno Malta. Assista o pedido de desculpas do pastor abaixo:

Publicidade

Publicidade

David Yonggi Cho, fundador da maior igreja da Coreia do Sul, morre aos 85 anos

Otoni de Paula terá que indenizar Moraes em R$ 50 mil por ofensas