in

Pastor João Feitosa, da Assembleia de Deus, morre vítima da Covid-19

Pastor João da Cruz Gomes Feitosa - Foto: Reprodução

Morreu na madrugada desta sexta-feira (09), o pastor João da Cruz Gomes Feitosa, da Igreja Assembleia de Deus de Gurupi, no interior do Tocantins. Infelizmente, o pastor é mais uma vítima da Covid-19, o novo coronavírus.

João da Cruz Gomes Feitosa tinha 64 anos e contraiu a Covid-19 no início de março deste ano. Mas, seu quadro se agravou e o líder religioso teve que ser transferido para um hospital particular de Brasília, em uma UTI aérea.

A filha do pastor, Ângela Márcia, de 42 anos, também chegou a ser transferida na mesma UTI aérea, mas morreu um mês depois, em abril.

O pastor continuou lutando pela vida. Ele chegou a ter quadro de saúde estável em abril, entretanto não resistiu às complicações causadas pela Covid-19. Ele deixou a esposa, a também pastora Maria Rosa de Sousa Gomes, três filhas e uma neta.

O pastor João da Cruz Gomes Feitosa foi consagrado pastor em janeiro de 1984. Ele era advogado e formado em Teologia. Ele também, foi presidente da Igreja Assembleia de Deus Madureira de Belém, no Pará entre 1993 e 1995.

Além disso, o religioso presidiu outras igrejas, como a Igreja Assembleia de Deus Campo de Barra do Garças, no Mato Grosso. Em janeiro de 2000, assumiu como presidente das Igrejas Assembleias de Deus, Ministério de Madureira de Gurupi onde liderava 54 congregações e cerca de 10 mil fiéis.

Conta de Donald Trump no Instagram é reativada após seis meses

Pastor Tiago Brunet explica polêmica e diz que o povo não pode deixar o ‘PT’ voltar