in

Pastor psicólogo da PIB é denunciado por estupro de criança com transtorno mental

Pastor Antonio Carlos de Jesus Silva - Foto: Reprodução

O pastor Antonio Carlos de Jesus, da Primeira Igreja Batista em Vila Kennedy (PIBVK), em Bangu, zona oeste do Rio de Janeiro, foi denunciado pelo Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) por estupro de vulnerável contra uma criança de 11 anos com transtorno mental.

O caso teria acontecido em novembro de 2020 e abril deste ano. O pastor, que também é psicólogo, é acusado de abusar sexualmente de uma menina de 11 anos com transtorno mental. A vítima afirma que os estupros ocorreram quando ela ficava sozinha com Antonio Carlos.

Segundo a denúncia, os crimes teriam sido cometidos na igreja, no consultório de psicologia dele e no Real Shopping, também em Bangu.

O pastor Antonio Carlos de Jesus, é dono da Primeira Igreja Batista em Vila Kennedy (PIBVK). E segundo a Receita Federal, o templo tem cerca de 40 anos de existência.

Segundo a promotora de Justiça Elisa Fraga de Rego Monteiro, o acusado se aproveitou do fato de ser pastor da igreja que a vítima frequenta e da profissão como psicólogo para abusar da criança.

“O denunciado, com vontade livre e consciente, visando à satisfação de sua lascívia, praticou atos libidinosos diversos da conjunção carnal, com a vítima […], que, à época dos fatos, contava com apenas 11 anos, consistentes em se esfregar contra o corpo da vítima por trás, beijar-lhe o pescoço, acariciar os seios da criança, além de colocá-la sobre seu colo”, detalha o Ministério Público.

De acordo com o site Metrópoles, a ação penal tramita na 2ª Vara Criminal Regional de Bangu em segredo de Justiça. Segundo a reportagem, o advogado Carlos Nicodemos, do escritório Nicodemos & Nederstigt Advogados Associados, que defende a menina, explicou que a família resolveu denunciar o pastor após a igreja não tomar uma atitude quanto aos episódios.

Pastor Antonio Carlos de Jesus Silva – Foto: Reprodução

Publicidade

Escrito Por

Jornalista do Portal do Trono nascido em Belo Horizonte, em Minas Gerais. Admirador da Rádio, TV e Internet. Contato: (31) 99583-5239.

Morte de Daniella Perez, assassinada em 1992 pelo pastor Guilherme de Pádua, vai virar série

Aline Barros é citada por Taís Araújo em programa da Globo e causa polêmica