in

Retrospectiva gospel: Relembre as polêmicas envolvendo pastores em 2021

O Portal do Trono traz nesta semana a Retrospectiva 2021, com os assuntos que mais deram o que falar no meio evangélico neste ano que passou. Nesta matéria você confere a primeira reportagem com os assuntos polêmicos que envolveram pastores e pregadores brasileiros.

1 – MAGNO MALTA E SUPOSTO NUDE

Ao postar uma reprodução de vídeo em sua conta no Facebook, o ex-senador Magno Malta deixou vazar, em 19 de janeiro, uma imagem em que aparecem dois pênis no canto inferior esquerdo. O fato pegou internautas de surpresa e, após a repercussão, Malta apagou a publicação. A imagem em questão era um print de um vídeo que foi retirado do ar pelo Facebook, por, segundo Malta, conter informações sem veracidade comprovada. A repercussão foi rápida e Malta não conseguiu apagar a postagem antes que os internautas também tirassem prints das imagens. Na publicação, o ex-senador deixou aparecer, na reprodução, outras imagens que estavam em sua galeria, de dois pênis. Depois disso ele chegou a dizer que foi alvo de um ataque hacker que clonou seu celular, e que estava tomando as providências.

2 – PASTOR RUBENS NASCIMENTO, EX-MARIDO DE FABIANA ANASTÁCIO SE CASA NOVAMENTE

O pastor Rubens Nascimento, ex-marido da cantora gospel Fabiana Anastácio, usou as suas redes sociais no início de fevereiro para postar fotos de sua nova esposa. As fotos foram publicadas pelo pastor e o casamento ocorreu oito meses após a morte da artista. O casal estava juntos há 21 anos. Fabiana e Ruben tiveram três filhos: Ruben Junior, Guilherme e Lucas. O pastor chegou a dizer na semana que Fabiana morreu que a esposa havia cumprido sua missão na Terra. O fato de ter se casado novamente a poucos meses da morte de Anastácio chocou internautas, mas também houve quem desejasse felicidades ao casal.

3 – DIVÓRCIO DE ISA REIS E GELDI BATISTA

A pastora Isa Reis e o Bispo Geldi Batista anunciaram o fim do casamento depois de 20 anos. Na época do anúncio, no dia 1º de maio, Isa chegou a falar da separação por meio das redes sociais. “Devido às últimas notícias, a fim de esclarecimento e em respeito à minha família, a igreja, aos meus intercessores e seguidores, venho tornar público o fim do meu casamento”, disse ela que completou dizendo que a decisão foi dos dois. Ambos lideravam a Igreja Deus Sara, em São Paulo, fundada pelo casal, mas Reis disse que a direção do ministério ficaria para seu ex-marido.

4 – PASTOR ANDRÉ VITOR E ACUSAÇÃO DE ABUSO SEXUAL

Um dos assuntos mais comentados no final de julho foi um suposto abuso sexual cometido pelo pastor André Vitor à uma criança durante uma confraternização. Um vídeo compartilhado pelo cantor Wesley Safadão, nos stories do Instagram, viralizou na web após o religioso aparecer supostamente abusando de uma menina. O caso logo viralizou nas redes sociais e foi notícia em diversos sites pelo país. Isso porque, o pastor André Vitor é bastante conhecido com mais de 605 mil seguidores somente no Instagram. O vídeo logo viralizou nas redes sociais e o pastor foi acusado por muitos de abuso sexual. O assunto tomou conta da web e internautas acusaram André de importunação sexual. Diante da polêmica, o cantor Wesley Safadão, que já havia excluído os stories, se manifestou saindo em defesa do amigo. André se manifestou pouco tempo depois. Segundo André, ele trava uma luta contra a balança, e por causa disso, no momento de euforia da brincadeira ele puxou a sua camisa para cima. Muitos entenderam que André estava escondendo “algo” na região do seu órgão genital, após uma tentativa de segurar uma menina.

5 – DIVÓRCIO DE ELAINE DE JESUS E ALEXANDRE SILVA

A cantora gospel Elaine de Jesus e o pastor sênior da TDM Church, Alexandre Silva, anunciaram no final de abril que estavam em processo de restauração do casamento deles. Mas, poucos meses depois, o casal se separou definitivamente. Eles eram casados há mais de 25 anos e se separaram em 2020. No entanto, em abril deste ano o casal surpreendeu ao revelar que estavam em processo de restauração do casamento. O anúncio foi feito por eles durante um culto na TDM Church em 25 de abril. No entanto, a união entre os dois acabou definitivamente. Inclusive, Elaine começou a frequentar uma outra igreja situada em uma cidade vizinha à igreja de Alexandre. Além disso, ambos apagaram fotos dos dois nas redes sociais. A separação foi destaque em alguns sites, como o Fuxico Gospel e Portal T5.

6 – SEPARAÇÃO DE MÁRCIO PONCIO E SIMONE PONCIO

O pastor evangélico Márcio Poncio se separou da esposa Simone Poncio. É a segunda vez que o casal se separa em 2021. Vale lembrar que ambos estavam casados há 28 anos. No início do ano, Márcio e Simone teriam reatado o casamento. Mas, depois disso, as brigas estavam sendo constantes. Então, Simone teria saído de casa, em setembro, após uma briga que aconteceu na frente dos filhos e dos empregados. Informações davam conta que o pastor estaria chorando pelos cantos da casa, após a saída da matriarca.

7 – SAMUEL MARIANO E SUPOSTO CASO COM MONALISA FEITOSA

Uma mulher apontada como amante do cantor gospel Samuel Mariano revelou no final de junho que se envolveu com o pastor da Assembleia de Deus em João Pessoa (ADBrás na Paraíba). Além disso, prometeu divulgar fotos e vídeos que comprovem o suposto envolvimento com o religioso. Samuel teria conversado por meio do aplicativo de mensagem WhatsApp, com uma mulher, também casada, chamada Monalisa. Trechos da conversa entre os dois foram divulgados na web. Na conversa, Mariano troca mensagens picantes com Monalisa. Ela, inclusive, era casada com um presbítero da Assembleia de Deus Madureira, uma das ramificações da ADBrás na Paraíba. Semanas depois, passou a circular um áudio de Monalisa confirmando que o relacionamento com Samuel Mariano de fato aconteceu. Ela afirmou que estava arrependida e pediu perdão por ter se envolvido com o pastor. O caso viralizou na comunidade evangélica e o pastor chegou a entrar com processo contra a mulher. Ele chegou a afirmar que foi vítima de uma armação.

8 – A BISSEXUALIDADE DE FELIPE HEIDERICH

O ex-pastor evangélico Felipe Heiderich celebrou no dia 1º de setembro, 1 ano de namoro com o youtuber Bruno Di Simone, ou seja, “Bodas de Papel”. Felipe Heiderich revelou em março de 2021 ser bissexual e que estaria namorando o YouTuber Bruno de Simone. Vale lembrar que o ex-líder religioso foi casado com a pastora Bianca Toledo, mas se divorciaram depois que Toledo o acusou de pedofilia. Ele chegou a ser preso, mas foi absolvido pela Justiça. Na época (em março) em que assumiu o namoro com Bruno, Felipe havia dito que tinha recentemente se descobrido bissexual. Além disso, afirmou também que abriu mão de seu título eclesiástico de pastor para construir uma nova família, mas “diferente dos moldes tradicionais aceitos pela Igreja”.

9 – LÍDERES EVANGÉLICOS NO 7 DE SETEMBRO

O feriado de 7 de setembro, Dia da Independência do Brasil, foi marcado por grandes protestos em todo o país. Diversos pastores evangélicos compareceram nas manifestações em todo o Brasil. Muitos deles, que arrastam milhões de seguidores e fiéis, fizeram questão de apoiar as manifestações. Todos eles pediram respeito à CF, além de defender a liberdade de expressão e religiosa. Entre os líderes que compareceram à manifestação estavam os pastores Fernando Borja, Licinho Barreto e Jorge Linhares. O vereador Nikolas Ferreira, Talitha Pereira, Arthur Pereira, Eyshila, Danielle Cristina, Isaias Saad, Ministra e Pastora Damares Alves, Jozyanne, Léa Mendonça, Nelson do Escolhi Esperar, Pastor Wagnão, entre outros. Em São Paulo, local de maior concentração de manifestantes, recebeu a presença de diversos líderes evangélicos. Estavam presentes os pastores Silas Malafaia, Cláudio Duarte, Marco Feliciano, Abe Huber, Magno Malta e René Terra Nova e os apóstolos Estevam Hernandes e Rina. Eles tiraram fotos e usaram suas redes sociais para enviar mensagens aos fiéis e seguidores sobre a festa que ocorria na Avenida Paulista.

10 – PASTOR LUÍS GONÇALVES E SUA SAÍDA DA IASD

Luís Gonçalves não é mais pastor da Igreja Adventista do Sétimo Dia (Iasd). A informação foi divulgada pela própria igreja no dia 03 de novembro. Segundo a instituição religiosa, Luís decidiu deixar suas atividades ministeriais “por questões pessoais”. Segundo a nota de esclarecimento publicada pela igreja, após ser comunicado pela decisão do religioso, a Iasd adotou todos os procedimentos “baseados na Bíblia” e de acordo com o que está previsto nos regulamentos da denominação. Luís Gonçalves tinha mais de 20 anos de ministério pastoral na igreja. Além disso, era diretor de evangelismo da Iasd, e também era apresentador do programa Arena do Futuro, na TV Novo Tempo.

11 – SARAH SHEEVA E SUA PROFECIA SOBRE MARÍLIA MENDONÇA

A pastora evangélica Sarah Sheeva virou assunto do momento após dizer que sofrência atrai o “capeta”. A declaração da pastora, porém, aconteceu em outubro, e ela relembrou da ‘profecia’ no dia 06 de novembro, quando o Brasil lamentava a morte da cantora sertaneja Marília Mendonça, que inclusive era considerada a “Rainha da Sofrência”. Sarah Sheeva foi às redes sociais após a confirmação da morte de Mendonça para relembrar um vídeo que havia publicado por ela em 10 de outubro na qual enviou um recado aos cantores sertanejos. De acordo com a pastora, Deus teria transmitido por meio dela uma palavra direcionada aos artistas que cantam sofrência, pois eles atraem o diabo. “Além de você estar levando sua alma para as trevas, você faz milhares de pessoas adorarem o que está sendo liberado nessa música. Isso é próprio do inferno, do próprio capeta! Não se brinca com adoração”, disse a pastora naquela ocasião. A declaração da religiosa foi o suficiente para receber dezenas de críticas na web.

12 – BISPO EDIR MACEDO E SEU JATINHO NA ÁFRICA

Bispos e pastores da Igreja Universal do Reino de Deus (Iurd) da Angola têm denunciado às autoridades um esquema em que a instituição levou ilegalmente do país para a África do Sul cerca de US$ 30 milhões, a cada três meses. Segundo as denúncias, os valores somados chegam a US$ 120 milhões por ano. Segundo os bispos e pastores, o pastor e ex-diretor da TV Record África Fernando Henriques Teixeira teria sido o responsável pelo esquema. A operação teria se repetido nos últimos 11 anos, desde quando o religioso brasileiro chegou ao país. Com isso, os líderes brasileiros da instituição retiraram ilegalmente US$120 milhões anualmente do país. Montante que ultrapassa 620 milhões de reais na cotação atual, segundo as denúncias. Segundo os acusadores, a maior parte do dinheiro ilegal seguia de carro para Johannesburgo, na África do Sul, via estradas da Namíbia. O dinheiro estariam escondidos em malas, no forro dos veículos e até em pneus, segundo eles. De Johanesburgo os valores eram levados para Portugal. O bispo Edir Macedo teria sido o responsável por esse transporte, no seu jato particular, em muitas ocasiões. Segundo a reportagem do UOL, Macedo costumava viajar de Portugal à África do Sul, sempre após a realização da campanha da “Fogueira Santa”, momento em que as arrecadações de ofertas na Universal atingem o seu ápice. Além disso, uma boa parte do dinheiro da igreja também seria repassada para a Record África, sediada em Luanda, e dali para a Europa ou o Brasil.

13 – ANDRÉ MENDONÇA NO STF

O Senado aprovou no dia 1º de dezembro a indicação de André Mendonça para o Supremo Tribunal Federal (STF). O ex-ministro da Justiça e Segurança Pública e ex-advogado-geral da União teve os votos favoráveis de 47 senadores, enquanto 32 foram contra. André, que também é pastor da Igreja Presbiteriana Esperança, em Brasília, foi indicado pelo presidente Jair Bolsonaro em julho deste ano. Ele foi sabatinado após mais de quatro meses de espera. A sabatina na CCJ, inclusive, durou mais de 8 horas. Ao final, a Comissão aprovou o nome do advogado por 18 votos a 9. Mais tarde, veio sua aprovação pelo plenário da Casa. A cerimônia de sua posse aconteceu no dia 16 de dezembro.

14 – ED RENÉ KIVITZ E SUA EXPULSÃO DA OPBB

O pastor Ed René Kivitz, da Igreja Batista Água Branca foi expulso da Ordem dos Pastores Batistas do Brasil de São Paulo (OPBB). Ele era membro da organização desde 28 de março de 1988. René Kivitz viralizou em 2020 após dizer em uma pregação que a Bíblia “era insuficiente”. Além disso, defendeu uma possível atualização do livro cristão para atender os “homossexuais”. Após a declaração, Kivitz foi amplamente criticado pela comunidade evangélica. Na época, a Convenção Batista e a Ordem dos Pastores Batistas do Brasil, ambos de São Paulo, afirmaram que a exposição explicativa de Ed René “não refletia e não representava o posicionamento das instituições”. O pastor da Batista Água Branca se diz grato pelo tempo que fez parte da Ordem e chegou a afirmar que está em paz e não “quer guerra com ninguém”.

15 – PASTORA ODJA BARROS REALIZA CASAMENTO GAY

A pastora Odja Barros, líder da Igreja Batista no Pinheiro, em Maceió (AL), realizou pela primeira vez em 4 de dezembro um casamento gay. De acordo com ela, a cerimônia foi como qualquer outro em termos de ritos. O casamento ocorreu em um salão de festas da capital e foi uma das primeiras realizadas no país entre pessoas do mesmo sexo por pastores da Igreja Batista. Na visão da religiosa, que tem mais de 28 anos de ministério, o casamento foi ‘um marco’ para a igreja evangélica. O casamento repercutiu nas mídias sociais, e como resultado, Odja recebeu centenas de críticas pelas redes sociais e até ameaças de morte, segundo ela. Por causa disso, a religiosa recebeu amparo da Coordenadoria de Direitos Humanos do Tribunal de Justiça de Alagoas.

Escrito Por

Acompanhe as nossas redes e fique sempre bem informado!

Cantora gospel Eyshila se manifesta após nude do filho Lucas

Celso Portiolli revela tratamento contra câncer na bexiga: “Otimista e com muita fé”